Back to All Events

Vila Cultural Cora Coralina recebe evento do movimento mundial Fashion Revolution


Semana de moda consciente será realizada de 23 a 29 de abril com uma programação totalmente voltada para a produção e consumo de moda responsável e sustentável

FashRev_photoshoot_becurious_lowres.jpg

De 23 a 29 de abril Goiânia recebe pela terceira vez o movimento Fashion Revolution, evento mundial de moda sustentável, aberto e gratuito, celebrado simultaneamente em mais de 80 países, com o objetivo de informar, debater e exigir mais transparência na cadeia produtiva da indústria da moda. Além disso, o movimento deseja chamar a atenção do mercado para a geração de atitudes de consumo mais conscientes em moda por meio reflexão proveniente da pergunta “Quem fez minhas roupas?”

O movimento Fashion Revolution foi criado em Londres no ano de 2013 por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável após o desabamento do edifício Rana Plaza em Bangladesh no dia 24 de abril do mesmo ano, tragédia que chocou o mundo ao deixar mais de 1.133 mortos e 2.500 feridos, todos trabalhadores da indústria textil. Este mercado é um dos maiores em relação à situações de trabalho análogas à escravidão: fábricas situadas em países em desenvolvimento que submetem trabalhadores à péssimas condições de trabalho, além de baixíssimos salários. O movimento acredita em uma postura de engajamento do consumidor de moda que deve cobrar da indústria a valorização, respeito e bem estar de seus colaboradores; a preservação do meio-ambiente; a promoção da criatividade e inovação; e a distribuição do lucro dessa atividade de maneira justa.

Fashion Revolution Goiânia 2016 - 2 Foto Victor Pontes.jpg

Em Goiânia, o evento será realizado na Vila Cultural Cora Coralina com uma programação diária de mesas de debates relativas ao tema, exibição do premiado documentário River Blue, feira de trocas, projeções de fotos de campanhas de moda de marcas locais feitas pela fotógrafa Raphaela Boggi e a exposição Moda Re-Feita com peças criadas a partir do reaproveitamento de materiais de descarte. As mesas de debates contam com a participação de nomes fortes do cenário da nova era da moda como a estudiosa e autora carioca do livro ‘Moda e sustentabilidade’  Lilyan Berlim, a designer de moda da marca Re-Roupa Gabriela Mazepa, além de coletivos, designers, influenciadores, professores e estudantes de moda goianos como Naya Violeta, Su Martins, Clube de Costura, as irmãs Lilian e Liliane Arruda e o jornalista de cultura Clenon Ferreira. O Evento também conta com a participação e coprodução das faculdades de moda e design das universidades: UFG, UEG, PUC, Universidade

O movimento Fashion Revolution é representado em Goiânia pela jornalista Luciana Nunes do Lucid Bag – primeiro guarda-roupa coletivo compartilhado do Brasil, que também participará do evento com uma arara de peças exclusivas para empréstimo e aluguel, além do cadastro de novos participantes para a comunidade. “Nosso objetivo é sensibilizar as pessoas em relação à importância de se pensar moda de uma forma menos consumista e mais sustentável, além de oferecer uma experiência alternativa e prática para quem quer fazer a diferença no mundo mudando seus próprios hábitos de consumo” diz Luciana.

gabrielacoop.png

Sobre Gabriela Mazepa - Re-Roupa

Criadora do Re-Roupa, Gabriela Mazepa é a estilista e diretora criativa do projeto que busca promover a transformação de peças de roupas de doação, descartadas, ou garimpadas em novas peças, com design completamente refeito. Seu processo criativo foge à lógica tradicional de produção e se conecta com o momento de reflexão e desaceleração que a sociedade contemporânea vivencia. A criatividade deste processo é despertada pelo que já existe. Pelo que não serve mais ao rápido ciclo da moda, pelo que é considerado excesso.

Gabriela foi a vencedora do British Council Fashion Awards representando o Brasil na Inglaterra em 2009 e fez uma parceria com uma das maiores facções do Sri Lanka, transformando peças com pequenos defeitos e coleções passadas em roupas e acessórios novos. Hoje em dia desenvolve coleções e projetos sociais especiais em parceria com institutos e ONGS, como por exemplo o ME Costura para o Instituto ISES, na cidade de Cantagalo, região serrana do Rio (2016), criação de peças em parceria com costureiras do Morro Dona Marta para a Ong Pipa Social (2014) e criação de uma coleção com a OSAMI (Cidade de Deus) para a Ong francesa ModaFusion (2012). Além disso, trabalha também no laboratório de criação de empresas como  Rede Asta  e a marca carioca FARM. Para saber mais, acesse o site: http://www.reroupa.com.br/projetos

SERVIÇO:

SEMANA FASHION REVOLUTION GOIÂNIA

Quando: de 24 a 29 de abril

Local: Vila Cultural Cora Coralina

Entrada gratuita

Mais informações e programação completa do evento pelo Facebook: http://bit.ly/fashionrevolutiongoiania2018